Connect with us

Investimentos

Tesouro Direto: O que é? Vale a pena investir?

Além de ser um dos investimentos de renda fixa mais seguros, os títulos do Tesouro oferecem múltiplas vantagens. Confira!

Published

on

PUBLICIDADE

Quinze anos após a sua criação, é certo que o Tesouro Direto alcançou seu principal objetivo: popularizar o investimento em títulos públicos. Atualmente, esse caminho fornece: Praticidade acima da média; Enorme rentabilidade; E muita facilidade aos seus 1.4 milhões de investidores.

Mas antes de falar sobre seus números e resultados, é importante entender o que é Tesouro Direto. Antes de seu surgimento, os títulos do governo eram obtidos apenas indiretamente. Os investidores que desejavam lucrar com essas notas compravam ações de fundos que contêm esses títulos, adquiridos apenas por instituições financeiras.

PUBLICIDADE

Como investir no Tesouro Direto?

Além de ser um dos investimentos de renda fixa mais seguros, os títulos do Tesouro oferecem múltiplas vantagens para investidores iniciantes e investidores que desejam manter seu capital seguro, sem mencionar as diferentes estratégias para ganhar dinheiro com esses investimentos.

Investir no Tesouro Direto é muito fácil, a primeira coisa que você precisa é ter CPF e uma conta em uma instituição financeira. Pode ser uma corretora ou um banco, desde que seja uma instituição qualificada para negociar títulos públicos federais, chamamos de agente de custódia.

Veja abaixo como investir no Tesouro Direto em 5 passos:

1) Abra uma conta em uma instituição financeira

Se você deseja investir no Tesouro Direto, o primeiro passo é abrir uma conta em uma instituição financeira qualificada, chamada agente de custódia. Representará você na compra e venda de valores mobiliários. Vale ressaltar que as corretoras geralmente cobram menos por esse serviço do que os bancos de varejo. Portanto, preste atenção aos custos operacionais da agência.

PUBLICIDADE

2) Cadastre-se no Tesouro Direto

A corretora fará seu cadastramento no Tesouro Direito. Alguns documentos podem ser necessários durante esse processo. Após concluir esta etapa, você receberá uma senha temporária enviada pela BM & F Bovespa para acessar o portal do investidor, investir no Tesouro Direto e acompanhar seu saldo e extratos de investimentos.

3) Cadastrar uma senha

Visite o portal do investidor e faça o login usando seu CPF e a senha temporária enviada ao seu e-mail. Em seguida, acesse seus dados de registro e registre uma nova senha. A senha deve ter entre 8 e 16 dígitos, incluindo letras, números e caracteres especiais.

4) Escolher o valor e o título do investimento

Nesta nova etapa, você verá uma lista de títulos disponíveis para compra. Selecione os valores mobiliários nos quais deseja investir, preencha o valor de cada investimento e observe o valor mínimo de 1% da cota do título.

5) Confirmar os dados da compra

Verifique se os valores mobiliários e o valor do investimento selecionados estão corretos e clique em “Confirmar”. Se houver alguma discrepância, clique em “Editar” e corrija o conteúdo necessário. Se você mudou sua ideia de investimento, clique em “Cancelar”. Depois de concluir esse passo a passo de como investir no Tesouro Direto, você receberá uma confirmação de compra.

PUBLICIDADE

Quais são os títulos do Tesouro Direto disponíveis no mercado?

Hoje existem três tipos de títulos do Tesouro disponíveis para qualquer pessoa investir.

1 – Tesouro Selic

O Tesouro Selic é o investimento mais básico e seguro do mercado brasileiro.

Sua rentabilidade está diretamente relacionada à taxa de juros Selic. Em outras palavras: qualquer alteração na taxa de juros será refletida imediatamente no retorno do título.

Diferentemente da poupança, os investimentos no Tesouro Selic começaram a ser pagos a partir do segundo dia de aplicação, o que pode permitir que você obtenha maiores benefícios ao longo do tempo.

Hoje, é possível investir no Tesouro Selic a partir de R $ 100, e esse valor pode ser resgatado a qualquer momento. Devido a essas características, esse título é mais adequado para deixar seu dinheiro de reservas de emergência.

2 – Tesouro Prefixado

Para quem pode investir no médio prazo (cinco a dez anos), os títulos públicos fixos são um investimento interessante.

Sua principal função é travar a lucratividade da aplicação a uma certa taxa de retorno. No entanto, isso é válido apenas se investimento for mantido até a data de vencimento.

O Tesouro Prefixado é mais adequado quando há perspectiva de queda na taxa Selic. Isso porque ele não sofre o efeito que essa queda tem sobre os demais investimentos de renda fixa.

PUBLICIDADE

3 – Tesouro IPCA+

O Tesouro IPCA + (também conhecido como NTN-B) é a segurança mais adequada para quem deseja proteger sua moeda da inflação.

No entanto, é recomendado para quem deseja investimento a longo prazo: mais de dez anos.  Como os títulos do IPCA + têm vencimentos mais longos, é o mais sensível à volatilidade do mercado. No entanto, se a aplicação atender aos seus objetivos financeiros, você não precisa se preocupar.

Vale a pena investir a curto prazo no Tesouro Direto?

Agora você entenderá as estratégias usadas por investidores experientes para ganhar dinheiro com o Tesouro Direto. Se você leu nosso artigo até agora, já sabe que pode vender seus títulos a preços de mercado e resgatar o valor antecipadamente. Isso significa que o preço das ações dos títulos oscilam.

Quando as taxas de juros caem ou sobem, o mercado reage e o valor fornecido por esses títulos será ajustado à nova taxa de juros. Ou seja, se o preço do título flutuar devido à sua negociação no mercado, você também pode se beneficiar dessa flutuação usando a mesma lógica que o mercado de ações: compre o título a um determinado preço e venda a um preço mais alto.

Você não recebe mais a renda anual do título, mas o valor ganho é maior do que quando o investimento começou. Dessa forma, você não precisa aguardar a data de vencimento e pode se beneficiar de flutuações de preços no curto prazo de 6, 12 ou 24 meses. Esse é o grande segredo de ganhar dinheiro com títulos do governo no curto prazo.

PUBLICIDADE

Mas afinal, vale a pena ainda investir no Tesouro Direto?

Mesmo que a taxa Selic seja reduzida, você deve investir em renda fixa, pois esse é o investimento que você deixará quando precisar de dinheiro no curto prazo. Isso não é recomendado na Bolsa de Valores, pois talvez você precise vender ações a preços baixos. No entanto, mesmo com baixas taxas de juros, os investidores de renda fixa podem usar ativos com maior rentabilidade para diversificar suas carteiras de investimentos.

Isso também é importante porque é um investimento conservador e o risco de perda de capital é muito baixo. Principalmente porque a Selic pode subir novamente de acordo com o estado do país e o mercado mundial.

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

MAIS POPULARES

Veja como estudar enfermagem gratuitamente
Veja como estudar enfermagem gratuitamente
Descubra quais são os carros mais econômicos do Brasil